Dicas

É possível economizar?

Sim, claro que é! Mas antes preciso que você entenda que todos nós temos uma batalha que acontece dentro de nós. Essa batalha acontece quando temos que mudar alguma coisa. Sair da zona de conforto.

A partir do momento que decidimos que vamos economizar, iniciamos a batalha contra nós mesmos. Uma parte de nós fala: sempre tomei meu café na padaria, por que vou parar agora depois de tanto tempo? Sempre comprei pipoca para as crianças na saída da escola, como vou parar agora? É tão pouco, esse dinheirinho não vai fazer diferença. A outra parte fala: economiza e junta esse dinheiro e põe na poupança. A nossa maior batalha é com a gente mesmo. Não é assim que acontece?

Esse é o X da questão. Tudo é dinheirinho, pouquinho, mas se somar, vira um montão.

Tem pessoas com um comportamento gastador, porque é delicioso dizer sim eu quero e ter de imediato aquilo. A maioria gasta tudo que ganha. E tem pessoas também com comportamento devedor (deve ao banco, ao primo, ao amigo, etc ).

Vamos mudar a mentalidade? Comece ganhando a sua briga interna. Diga para você: meu comportamento será de poupador e a partir de agora fique atento aos seus impulsos para abrir sua carteira e gastar. Mas todo seu comportamento deve estar congruente com a sua mentalidade de poupador / investidor.

Quer brincar de ser poupador? Faça um pacto com alguém que também quer ser um poupador e combine de colocar R$ 1,00 na poupança no primeiro dia, R$ 2,00 no segundo dia, R$ 3,00 no terceiro dia, R$ 4,00 no quarto dia e assim por diante durante 4 meses. Mas tem que ser retirado inicialmente de seus gastos supérfluos. Assim você economiza e ainda corta gastos desnecessários.

E o que vai acontecer na sua mentalidade? Você vai passar a avaliar se vale a pena comprar isso (qualquer coisa que seja), vai ver sua poupança crescendo, vai se descobrir um investidor, vai ter incorporado o hábito de poupar. Tenho certeza que aumentará o valor para poupar mais.

E o melhor, se olhar longamente no espelho e dizer para você mesma: SOU UMA INVESTIDORA!

Com carinho, Inês Bruno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *